26 dezembro 2016

EXPOSIÇÃO FOTOGRÁFICA "VEJO FLORES EM VOCÊ" - PRESENÇA ESPECIAL DO COMPOSITOR E CANTOR ARNOLDO SILVA

Olá galera! Tudo bem com vocês?!
   
Ano passado, em dezembro de 2016, passei férias na minha cidade natal Cachoeiro de Itapemirim/ES.  Fui aproveitar o momento de descanso, antes de começar o corre-corre de 2017.  

Ao passar pelo Palácio Municipal, vi que estava acontecendo uma exposição de fotos intitulada "VEJO FLORES EM VOCÊ", dos dias 19 de outubro à 15 de dezembro e, é claro, fui lá conferir. 


Consegui ir no último dia, onde pude apreciar lindas fotos durante a exposição. Em uma destas me deparei com a de um senhor tocando violão.




Exposição fotográfica 
"VEJO FLORES EM VOCÊ"

"Fica sempre um pouco de perfume nas mãos que oferecem rosas, nas mãos que sabem ser generosas."

Esta exposição é uma homenagem à todos aqueles que com sua dedicação e espírito solidário contribuíram ao longo dos anos com a "Feira da Bondade".Todas as imagens fazem parte do acervo da Secretária Municipal de Comunicação Social de Cachoeiro de Itapemirim e saíram das câmeras de muitos cachoeirenses talentosos que com sensibilidade souberam registar o momento mágico de generosidade."


Mesmo antes de terminar, fui assinar a lista de visitantes. Reparei que chegara um senhor elegante e muito simpático que foi buscar sua foto que estava sendo exposta. Ao ver que o mesmo era o compositor e cantor capixaba Arnoldo Silva, pedi obviamente uma entrevista para o blog.



De maneira muito simpática, ele aceitou ser entrevistado, e foi aí que começamos a conversar. Tive a honra de escutar um pouco sobre a sua trajetória de vida em Cachoeiro de Itapemirim, no Rio de Janeiro, pelo Brasil afora e também suas idas ao exterior. Falou sobre sua fuga para o RJ atrás do sonho de ser músico, mesmo vindo de família humilde e sendo ainda muito novo, das premiações adquiridas durante os anos muito bem vividos.

Cantou algumas de suas canções e contou a história por trás de suas letras. Falou também sobre sua paixão pela gafieira que continua até hoje.

Fui de maneira muito honrosa presenteada com dois cd's de suas composições, e o livro com sua biografia que foi contada pela escritora  Isaura Batista Theodoro.


Alguns trechos do livro:

''Arnoldo nos dá a certeza de que com perseverança, foco, muito trabalho e, principalmente, talento, consegue-se alcançar os objetivos."


"1º de Dezembro de 1932. Na pequena casa localizada perto do Campo do Comercial de Castelo, na cidade de mesmo nome (Castelo), localizada no sul do estado do Espírito Santo, nasceu Arnoldo Silva, o quinto filho de uma família pobre. Os pais: Miguel e Enedina de Souza."


" Aos dez anos e onze meses  de idade Arnoldo decidiu: "Eu vou para o Rio de Janeiro...


...E fugiu sozinho para o Rio de Janeiro, no Noturno que saiu da estação Ferroviária de Cachoeiro ás 16:40h."


"Um dos meninos que sempre batia bola com a turma de Arnoldo era o Valter dos Santos, apelidado de "Santinho da Penha" (o menino era assim chamado por ser morador do bairro Penha)... Vez por outra o Santinho convidava ao Arnoldo:

-O lá da roça,vamos lá na Mangueira, na casa da minha vó...

...E ele foi e ficou encantado com a escola que, antes de se tornar a Estação Primeira de Mangueira, era simplesmente o "Bloco dos Arengueiros", formada dentre outros por Cachaça e Cartola... se tornou assíduo daquele universo ao qual queria pertencer. Passou a fazer parte da Escola de Aprendizes de Ritmistas da Mangueira..."


"A primeira música composta por Arnoldo Silva e gravada por um cantor de destaque foi "Linhas Paralelas", feita em 1945, quando ele ainda nem havia completado treze anos de idade...

...A música foi gravada por Ciro Monteiro..."

"Na Argentina, o show acontecia em Buenos Aires, na boate La Bomboneta, oficialmente Estádio Alberto J. Armando, onde funciona o Club Atlético Boca Juniors."

"Fez parte do conjunto de Nilo Amaro (Moisés Cardoso Neves) e seus Cantores de Ébano..."

"Retornando ao Brasil em meados de 1963, Arnoldo viajou para a América Central com o grupo "Rio Samba Show" composto por quatorze pessoas, em uma produção sua e de Humberto Andrade, contratados por Paolo Nascha, um empresário mexicano.

De lá foram para os Estados Unidos, Canadá e México, onde ficaram por aproximadamente vinte meses." 
   
...
  










Li a biografia do compositor Arnoldo Silva e me senti muito honrada em tê-lo encontrado na exposição, onde pude conversar e entrevistá-lo para o blog, e fui presenteada.








Nenhum comentário: